terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Justiça social e direitos humanos

China. Protestos populares estão a aumentar - estudo sociológico
Jornal de Notícias. 22 de Dezembro de 2009

Pequim, 22 Dez (Lusa) - Os protestos populares, e em particular os conflitos de natureza laboral, estão a aumentar na China, indicou um estudo da Academia Chinesa de Ciências Sociais (ACCS) citado hoje na imprensa oficial.

O relatório anual da Academia sobre a sociedade chinesa não precisa quantos "incidentes de massas" ocorreram em 2009, mas segundo o jornal Global Times, o número tem aumentado e em 2004 chegou a 74.000 - sete vezes mais do que uma década antes.

Os protestos, incluindo manifestações de ruas e bloqueio de estradas, "foram mais frequentes este ano", disse aquele jornal, publicado pelo grupo do Diário do Povo, o órgão central do Partido Comunista Chinês.

NOTA:

Os potenciais ditadores mundiais devem ter em atenção que as pessoas estão cada vez menos tolerantes em relação a abusos do poder.

É preciso mais justiça social, reduzir o hiato entre os mais ricos e os mais pobres, escalonar os salários conforme o mérito e a produtividade mas sem abusos no topo. Todo o ser humano tem o direito de viver com dignidade, acesso aos tempos livres, à alimentação razoável, ao vestuário decente, etc.

Há que difundir a ideia de que as pessoas devem ser avaliadas pelo seu valor intrínseco, a sua obra, o seu comportamento e não tanto pelo que possuem (por vezes obtido de forma menos legal e socialmente injusta)

3 comentários:

Tiago Soares Carneiro disse...

Bom Natal!!!!!!!!!!!!

Abraço
TC

RAA disse...

Feliz Natal <:)}

João António disse...

Um Santo e Feliz Natal.
Abraço