sexta-feira, 16 de julho de 2010

Pesporrência nacional

O termo pesporrência, segundo o Google, significa arrogância, basófia.

Mário Contumélias na sua crónica do Jornal de Notícias, intitulada Somos os maiores…, depois de referir o êxito» da selecção de pessoal, aquilo que tem sido dito e o eventual «prémio» ao treinador, termina com o seguinte trecho que merece muita reflexão:

«Se sairmos da esfera do futebol, a onda mantém-se.

Por exemplo, temos a maior taxa de abandono escolar da União Europeia? Não importa, a ministra está satisfeita porque estamos a melhorar.

Quase 49% dos alunos do 9.º ano tiveram negativa nos exames de Matemática? O Ministério da Educação sublinha que a média do conjunto de todas as provas é positiva.

O Governo empenha-se na info-inclusão, mas 55,4% dos portugueses não usam a Internet? Não faz mal, importa é 44,6% são verdadeiros navegadores.

Somos dos europeus com mais baixos rendimentos e maiores dificuldades para chegar ao final do mês com as contas pagas? E depois? Importante é que no final do ano passado havia 11 mil portugueses com fortunas superiores a um milhão de dólares (815 mil euros), mais 600 do que em 2008.

Afinal, estamos em franco progresso. Vai-se a ver, somos os maiores.»

Poderemos acrescentar: Estamos em crise? Mas o PR passa uma semana em Angola, com volumosa comitiva, numa época em que as comunicações, as vídeo-conferências permitem contactos íntimos, tornando menos necessários os contactos directos e as custosas viagens, depois de o PR ter aconselhado os cidadãos a passar férias cá dentro.
Enfim, pesporrência nacional. Somos os maiores!

Imagem da Net.

2 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Meu amigo obrigada pela sua visita
e suas palavras no intemporal-pippas.Por o Google não me permitir
inserir mais imagens neste blogue,
passei a dar mais atenção a outro
que é http://agoam7.blogspot.com
que se o amigo quiser dar uma
vista de olhos agradeço.
Bom fim de semana.
Bj./Irene

Fê-blue bird disse...

Claro que somos os maiores...parvos deste planeta.
Um texto brilhante.
Meu amigo fiz uma pequena homenagem aos meus amigos no meu blogue e claro que o amigo está incluído,pela pessoa que é, e por tudo o que aprendo aqui.
{nem sempre não comentar
é sinónimo de não ler} ;-)
Beijinhos