terça-feira, 30 de novembro de 2010

Cem mil visitantes

Este espaço passou uma meta significativa, a dos 100.000 visitantes. Com mais de quatro anos de existência, o número pode não dizer muito, mas há que atender ao facto de não ser um blogue fácil, do agrado dos menos interessados pelo que se passa no mundo que nos cerca.
Agradeço a todos os que seguem,  aos que simplesmente visitam e, principalmente, aos que deixam comentários que têm sido muito interessantes e aliciantes para continuar e aprofundar os temas abordados. Em termos urbanos pode dizer-se a opinião, concordante ou discordante, por forma justificada, explicada, para o tema ser melhor observado sob várias ópticas.

Dar alegria aos outros é um objectivo do meu optimismo, olhando de preferência para o que existe de melhor e procurando sugerir as melhores saídas para aquilo que é menos bom. Considero que a crítica destrutiva é negativa e nada de bom nos traz. Se algo nos parece errado devemos procurar que seja emendado e evitada a sua repetição.


Poderá argumentar-se que um simples cidadão pouco ou nada pode fazer para melhorar um país ou o mundo, mas penso que deve estar informado e reflectir por forma a exercer o seu dever de votar, com consciência e sentido de responsabilidade. Cada um é uma parcela igual a todas as outras. Não deve ficar à espera que sejam os outros a resolver o problema colectivo.

Agradeço aos seguidores, aos comentadores e aos visitantes em geral a amabilidae de por aqui passarem e incentivarem para não parar.

Um sincero «bem haja» e um abraço a cada um
João

Imagem do Google

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Nem sempre os melhores blogues têm os melhores comentadores ;-)
Mas seguidores fiéis tem de certeza, os números assim o mostram.
Parabéns!

Beijinhos

A. João Soares disse...

Amiga Fê,

Não me queixo da qualidade dos comentadores, antes pelo contrário. Sinto-me muito honrado e grato pelos comentários que aqui encontro e que dão incentivo para lhes responder, por vezes de forma mais espontânea e pormenorizada do que os próprios posts.
Dão-me lindas oportunidades de comunicar, de trocar ideias.
Só lamento que dos visitantes, poucos queiram deixar uma opinião, que me obrigue a dizer melhor aquilo que ficou pouco explícito.

Beijos
João
Do Miradouro