quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

A guerrilha na política

Transcrição de post que nos mostra as malhas que a política tece para defesa de interesses pessoais, raramente subordinados aos interesses do País, isto é, dos cidadãos colectivamente, como seria suposto em verdadeira democracia:

Um adeus a Belém

Confirmadíssimo. Marcelo Rebelo de Sousa não será candidato a Belém. Miguel Relvas "nomeou" José Arantes (um homem que uns dias é jornalistas, outros assessor de imprensa e outros, ainda, membro de governo) para director da RTP Internacional.

Ora José Arantes é amigo fidelíssimo de Durão Barroso, o que significa que o Zé Manel será o candidato do PSD a Belém e Arantes vai para a RTP Internacional promover a candidatura do amigo.

Assim se esvai a última oportunidade de Marcelo se candidatar à presidência. Um sonho de vida que se esfumou.

Mas nem tudo se perde...talvez a partir de agora o professor passe a ser mais crítico do governo e de Passos, pois já não precisa de o amanteigar. É até bem provável que MRS comece, em breve, a praticar as vingançazinhas, com a mestria que lhe é conhecida.

Por Carlos Barbosa de Oliveira em 16-01-2013

Imagem de arquivo

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Obrigado pela partilha, João
abraço e bom fds