terça-feira, 22 de junho de 2010

Rádio Portugal Livre em Argel

Fins de 1968

Dois alferes pilotos do mesmo curso, o Lamy e o Lopes, do AB.3 Negage descolaram para um voo de rotina num Do.27. O cacimbo estava cerrado e ao regressar à base enfiaram-se a voar contra um morro, tendo ambos falecido no impacto.

Este seria simplesmente mais um triste caso de falha humana em voo a ceifar a vida de dois jovens, não fosse um revoltante desenvolvimento: à noite ouvimos, na camarata da BA.7 Aveiro, a inconfundível voz do traidor Manuel Alegre, através da "Rádio Portugal Livre", emitida da Argélia, regozijar-se por mais esta "vitória dos combatentes da liberdade de Angola" (isto apesar do inimigo não ter tido qualquer actuação neste acidente).

A pergunta é simples: Será que algum Alemão que tivesse colaborado com os Ingleses ou um Francês que tivesse colaborado com os Alemães ou um Japonês que tivesse colaborado com os Americanos teria algum futuro político no seu país no pós-guerra?

Quando é que vamos parar de aceitar que traidores, refractários e desertores dominem a política em Portugal?
João

Este texto foi recebido, por reenvio de e-mail, do amigo V Clemente

Imagem da Internet

2 comentários:

Willoughby disse...

O Povo Português é sereno.
Tem as memórias muito curtas...
Faz o papel de Cristo. Dão-lhe uma bofetada na face, mas este Povo oferece logo a outra!
Que Deus nos ajude!
Um Abraço!

carlos disse...

Tem alguma prova de que o sr.Manuel Alegre tenha feito essa afirmação, ou trata-se de mais uma lamentável calúnia, tão ao gosto nacional ? Se tem prova do que afirmou, faça o favor de partilhar a evidência.
Carlos Pinto